terça-feira, 24 de maio de 2011

Fanatismo por Futebol

Você provavelmente conhece, no mínimo, uma ou duas pessoas que param tudo, literalmente, quando seu time vai jogar. Planejam cada passo quando há jogo, e se negam a saírem de casa, ou saem se puderem voltar antes do jogo começar. Essas pessoas nem piscam, nem respiram direito, sequer vão ao banheiro durante os 90 minutos que duram cada partida.


Quando o time ganha, tudo é uma maravilha, tudo vai bem, todos estão felizes. Quando o time perde, não falam com ninguém, fecham a cara e só faltam quebrarem tudo. Eu realmente odeio gente tão fanática por futebol assim. Por quê? Porque meu pai é assim. E a cada dia de jogo, ele fica insuportável.

No domingo da final do Gauchão/11 não foi diferente. O Grêmio perdeu o campeonato e, para meu pai, isso parecia ter sido pior do que a morte de qualquer pessoa que ele ama. Mais uma vez, eu respirei fundo e ignorei tudo o que ele falava - quando falava - a respeito disso. Eu sou gremista, mas não estou nem aí se o Grêmio perdeu ou ganhou. Não é pelo fato de não me importar que deixo de torcer. Se ganhar, ótimo. Mas se perder, fazer o quê, a vida é assim mesmo, nem sempre podemos vencer todas as vezes.

Ouvi boatos de que um homem na minha cidade teve um ataque cardíaco e morreu por causa desse maldito futebol. Pelo amor de Deus! Futebol, assim como qualquer outro esporte, deveria ser somente uma fonte de lazer, de diversão para as pessoas; e não algo para se estressar e morrer por causa disso! Sem contar as pessoas em estádios, de torcidas organizadas, que brigam e se matam por causa de jogos! Há muito tempo futebol já deixou de ser saudável e se tornou perigoso, além de ser algo para arrecadar dinheiro cada vez mais, assim como (quase) tudo hoje em dia.

E mesmo assim existem pessoas (como o meu pai, seu pai, seu vizinho, seu avô...) que não sabem perder. Sendo assim, não sabem viver. Pois viver é aprender a perder. E aprender com cada derrota. Infelizmente, gente fanática não aceita isso. Eu não sou contra gostar de futebol, torcer para um time. Mas ser um fanático desse jeito, é algo que eu repudio. Se você é um fanático por futebol, desses que não aceita uma derrota sequer, abra os olhos e perceba que você está prejudicando a sua vida por uma bobagem. Você não vai ganhar nada agindo dessa maneira infantil. Os jogadores não sabem que você existe, e quem deve se importar com a derrota são eles, os técnicos e quem realmente vive disso. Você é só mais um torcedor, como tantos outros espalhados pelo Brasil. Ficar fazendo birra porque seu time perdeu, não vai mudar nada, apenas vai afastar as pessoas que você gosta. Mais uma vez, abra os olhos.

Foto: Internet

2 comentários:

  1. Concordo Jocee, odeio esse fanatismo e não é só no futebol, mas em religião tbm e em outras áreas... sempre tem fanático por alguma coisa...

    ResponderExcluir
  2. Pois é, Rick... Infelizmente existe gente que não sabe controlar as coisas...

    ResponderExcluir