sexta-feira, 3 de junho de 2011

Paciência é Bom... E eu não tenho!

“Respira fundo. Conta até dez. Não vale a pena se irritar por causa disso.” Já repeti isso mais de dez vezes, mas a situação está saindo do controle e meu limite está chegando ao fim em 5, 4, 3, 2, 1...


Mesmo que não pareça, sempre fui uma pessoa “estourada”, dessas que não levam desaforo para casa - isso está no sangue e não dá para negar. Tudo piorou depois que sofri bullying na escola. Passei a não aceitar nenhum tipo de brincadeira sequer. Qualquer coisa era motivo para eu fechar a cara (o que piorava cada vez mais as “brincadeiras”).

Com o tempo, as coisas foram mudando um pouco, passei a me controlar mais, tentar deixar quieto até onde o meu limite aguentava. No começo, confesso que não demorava muito para me irritar, mas aos poucos fui ficando mais calma e tendo paciência. Mas sempre chega um dia que não consigo me controlar e “expolodo”. (Coitado do meu namorado, que aguenta meus surtos... Te amo, e muito obrigada!)

A minha pior fase é, sem dúvidas, a TPM. Quando algo me tira do sério (o que não demora muito a acontecer nessa época), eu saio de mim. Choro, grito, jogo toda a minha raiva para fora. E como uma clássica canceriana que sou, quando passa, me arrependo (e aí choro outra vez, com raiva de mim por ter feito tudo isso). Às vezes nem eu me aguento...

Eu fico impressionada com a paciência de algumas pessoas. O mundo pode estar acabando e elas continuam  calmas. Eu adoraria poder ser assim, de verdade. Minha vida seria tão melhor se, em vez de querer pegar alguém pelo pescoço, apenas deixar passar. Mas não perco as esperanças de um dia ser uma pessoa zen.

Créditos da foto: Weheartit.com

2 comentários:

  1. eu sou calma e explosiva ao mesmo tempo (entenda hauha)
    Sou calma na maioria do tempo, mas tem uma pessoa que consegue me explodir só de falar meio torto comigo =x (nao é o namorado, nem de longe huaha)

    tento sempre afastar o que me incomoda

    ResponderExcluir
  2. Te entendo ahsiohasio... Ultimamente estou conseguindo manter a calma (viva a arte de ignorar haha)

    ResponderExcluir