terça-feira, 30 de agosto de 2011

O valor de uma amizade.


No mundo, existem dois tipos de pessoas: aquelas que são seus amigos por interesse, que só estão ao seu lado quando algo lhes convém; e aquelas pessoas que estão ao seu lado independente da situação, aqueles em que você pode confiar de olhos fechados. Esse segundo grupo são quem realmente deve-se chamar de “amigos”.


Mesmo que muitas pessoas digam que amizade virtual não é amizade de verdade, eu discordo. Encontrei pessoas muito confiáveis através da internet – mais confiáveis até do que pessoas que conheço pessoalmente. Já fui criticada e ridicularizada por confiar em alguém que encontrei apenas uma vez – ou ainda nem tive a chance de ver frente a frente. Mas eu não me importo com a opinião dos outros, eu sei quem me apóia de verdade e quem só quer se aproveitar.

Alguns dos meus amigos “virtuais” conheço há anos, e conforme o tempo passa, a distância não nos afasta, muito pelo contrário, só faz a nossa amizade crescer. Ano passado, no show do Green Day, tive a chance de conhecer alguns destes amigos e foi uma sensação ótima poder estar ali, juntos, realizando nosso maior sonho.

Nos últimos dias, aconteceram algumas coisas que só me fizeram ver que fiz a escolha certa. Posso ter amigos que moram do outro lado do país – literalmente – mas sei que eles estão dispostos a me ajudar, da mesma maneira que eu estou disposta a ajudá-los, independente da situação. Não há dinheiro no mundo que pague uma amizade assim.

Quero que saibam, que agradeço do fundo do meu coração por ter vocês como amigos. Mil anos podem passar, mas nossa amizade jamais acabará. Muito obrigada por tudo! (Não preciso citar nomes, as pessoas sabem que estou falando delas.)

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Acaso ou Destino?

Durante a nossa vida, muitas coisas acontecem, e tantas outras deixam de acontecer. O tempo passa e às vezes esquecemos de tais fatos, afinal devemos seguir adiante e o que passou, passou... Mas algo sempre me faz pensar: por que assim, e não de outro jeito?


Já passei por várias situações que me fizeram pensar: Por quê? Por que aconteceu? Por que não aconteceu? Ficava meses me questionando e tentando entender tudo, porém sem nada compreender. Mas depois de algum tempo, aconteceram coisas que jamais aconteceriam se tais fatos tivessem se realizado no passado. E então as coisas começaram a fazer sentido.

Anos passam e a situação sempre se repete. Chances impossíveis de serem aproveitadas da maneira correta, e a frustração toma o lugar da razão. Sinto-me de mãos amarradas, sem controle, sinto-me inútil. Cada noite antes de dormir penso “Por que isso? Por que comigo? Por que outra vez?”. Então resolvo deixar para lá, ficar pensando na oportunidade perdida não vai trazê-la de volta. “Ok, não deu certo. Paciência.” O tempo passa e então outra oportunidade surge, e posso aproveitá-la como devo. Sinto-me aliviada por ter conseguido e finalmente entendo por que a outra chance não funcionou. Não era para ser.

Nem tudo é como esperamos, por alguma razão ou motivo. Algumas coisas acontecem porque precisam acontecer, e outras não se concretizam porque não era o momento ou lugar certo. Podemos não compreender mas, no final, tudo se encaixa.

Acaso ou destino? Não sei. Acho que, por mais complexo que seja, isso poderia ser resumido em apenas uma palavra: vida. Afinal, a vida é complexamente simples, e simplesmente complexa.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Um novo vício: The Sims no Facebook!

Quem nunca jogou The Sims, que atire a primeira pedra. Ok, você nunca jogou The Sims? Agora você pode - se tiver um perfil no Facebook, porque um de seus mais novos aplicativos é o The Sims Social!


Além de tudo o que já conhecemos no The Sims “tradicional”, o The Sims Social agora tem interação com seus amigos - que se tornam seus vizinhos. Você começa o jogo com uma casa e móveis básicos, mas pode comprar, reformar e decorar tudo com o dinheiro - simoleons - que se adquire ao longo do jogo.

Eu sempre gostei de The Sims, apesar de nunca ter instalado o jogo em meu computador. Há algum tempo eu tenho ele no meu celular e jogo de vez em quando, mas jogos e bateria de celular não combinam muito, então nunca joguei por um longo tempo.

Quando foi anunciado que o The Sims faria parte dos jogos do Facebook, fiquei realmente feliz - sem dúvida é bem melhor do que jogar no celular. Comecei a jogar há uns dois dias e já estou completamente viciada, confesso.

Você que ainda não está jogando The Sims Social, está esperando o quê? Corre lá pro Facebook e se divirta com um dos melhores jogos dos últimos tempos!

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Dia dos Pais

Antes de tudo, eu sei que o Dia dos Pais já passou, mas o que vale é a intenção.

Não se sabe ao certo sua origem, algumas histórias dizem que há mais de quatro mil anos, na Babilônia, um jovem teria moldado um cartão em argila desejando sorte, saúde e longa vida ao seu pai. Outros dizem que em 1909, nos Estados Unidos, uma jovem teve a ideia de celebrar o Dia dos Pais após ouvir um discurso dedicado às mães. Independente da origem, a intenção é a mesma do Dia das Mães: Homenagear e agradecer àqueles que nos deram a vida. A data não é celebrada no mesmo dia em muitos países, por diversos motivos. No Brasil, comemora-se sempre no segundo domingo de Agosto.


Apesar de ter se tornado uma data comercial, com vitrines, luzes e milhares de promoções, não devemos esquecer da importância que nossos pais têm em nossa vida (assim como as mães também, óbvio. Aliás, irei me referir aos dois desta forma). Devemos agradecer todo dia por termos alguém que tome conta de nós, alguém que se preocupa conosco.

O pai não é só aquele cara que nos ensina a jogar futebol ou andar de bicicleta. Pai é aquele que nos leva ao hospital de madrugada, preocupado, ainda de pijamas. Pai é aquele homem que tem a esposa como rainha e a filha como princesa (Pode até soar clichê, mas para todo homem, sua filha será sempre a sua princesa, mesmo que ela já seja uma mulher). Ser um pai de verdade é trabalhar o dia todo, chegar em casa cansado, e ainda assim brincar com seu filho com um sorriso no rosto.

Como meu professor disse esses dias na faculdade, devemos valorizar muito tanto o pai quanto a mãe, porque se fosse por eles, não estaríamos aqui. Eles mudaram sua vida por nós, e o amor que sentem por nós (e que nós sentimos por eles) será eterno. Apesar de tudo o que passarmos, eles sempre estarão lá por nós.

Pais e filhos podem até brigar, discutir e discordar várias vezes. Mas isso faz parte da vida, é impossível viver em completa harmonia com alguém. Um dia você irá olhar para trás e rir de tudo o que passou. E seu pai estará lá com você, rindo junto.

Para o meu pai: Obrigada por tudo e por nada. Obrigada por rir, por chorar. Obrigada por me ensinar a andar de bicicleta, a cozinhar, dirigir, entre tantas outras coisas. Obrigada pelo abraço de todo dia. Obrigada por me amar assim como eu te amo! ♥

Fontes: Wikipedia e Portal da Família.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Sonhos.

Quando éramos criança, nos ensinaram a sonhar. Crescemos e continuamos sonhando. Alguns sonhos são simples, fáceis de serem realizados, alguns mais complexos, que dependem de várias coisas para acontecerem.


Quando se é criança, sonha-se em ser astronauta ou bailarina. Quando adolescente, sonha-se em encontrar a pessoa ideal - sonho este que às vezes permanece por muitos anos. Sonha-se também em encontrar o emprego ideal (sem esquecer da combinação: emprego ideal + salário bom). As meninas sonham com o casamento, aquele vestido branco, a igreja toda decorada e uma festa para milhares de convidados. Os meninos sonham em serem famosos jogadores de futebol, reconhecidos pelo mundo todo como “o novo Pelé”.

O tempo vai passando e algumas pessoas conseguem realizar seus sonhos. Na maioria das vezes, outros sonhos surgem no lugar dos sonhos realizados, e outras vezes as pessoas seguem com sua vida, sem grandes ambições, felizes por terem conseguido realizar seu objetivo, independente de qual seja.

Porém, algumas pessoas parecem ter esquecido o quanto sonhar faz bem. Vivem cada dia após o outro sem mudar nada, sem se esforçar para que nada aconteça. Elas sabem que ninguém, além delas, vai correr atrás do que desejam, mas mesmo assim se acomodam. “Deixe tudo como está, tenho medo de mudar minha vida” geralmente é o pensamento dessas pessoas. Elas sonham em ganhar na loteria, mas não saem de casa para jogar. Elas sonham em conseguir um ótimo emprego, mas não estudam, não se especializam, e se contentam com o emprego no mercadinho perto de casa.

Não desistam dos seus sonhos, por mais que pareçam serem impossíveis de realizar. Se não acontecer agora, uma certa hora acontecerá. Tudo acontece na hora em que precisa acontecer, nem antes, nem depois. Tenha esperança, acredite, confie. Quando você menos esperar, terá nas mãos a chance de realizar o seu maior sonho.

sábado, 6 de agosto de 2011

Brasil, um país de todos... Será?

Verdade seja dita, hoje em dia, se você tiver dinheiro, você tem o mundo aos seus pés... Se você não tem dinheiro, você é excluído do planeta.

Acho que esse slogan ficaria melhor do que o original...
Você já parou para pensar como as coisas são hoje em dia? Se você tem dinheiro, todas as portas são abertas para você. Se você não tem, você fica praticamente com as mãos amarradas. E o que mais me dá raiva nisso tudo, é que todo mundo sabe que o Brasil é um dos países que mais coleta impostos no mundo e não dá a devida importância às classes baixas!

Os políticos pegam todo o nosso dinheiro para aumentar suas contas bancárias, enquanto nós, pobres mortais, temos um péssimo sistema de saúde, uma educação pública precária e várias outras coisas. Claro, para eles é muito mais fácil enriquecer cada vez mais, e as pessoas que morram de fome.

Sem contar que o governo investe milhões todo ano naquela porcaria chamada Carnaval! Isso me tira do sério, enquanto tem gente morrendo de fome, eles gastam dinheiro em algo totalmente inútil, para desfilar uma noite e depois jogar tudo fora. E todo ano é a mesma coisa!

E o pior de tudo são os preços das faculdades particulares. Se você quiser fazer algum curso mais caro do que tem condições, você tem que correr atrás de n coisas para conseguir o ProUni, ou Fies ou o que quer que seja. Se você der sorte, consegue. Isso quando não tem gente milionária com bolsas integrais do ProUni, sem precisar pagar um centavo sequer durante anos de faculdade. Essas fraudes já apareceram nos jornais, mas pensa que algo foi feito a respeito? É claro que não.

Mais uma coisa que me dá raiva sobre tudo isso: A culpa é das pessoas. Porque quem escolhe os governantes são elas. Mas em vez de votar certo e mudar tudo, não, as pessoas preferem se vender, trocam votos em troca de favores, dinheiro, comida. E tudo continua como está. Há uns 20 anos, muita gente saiu nas ruas, fez barulho para ser ouvida e conseguir votar. E olha o que aconteceu! As mesmas pessoas (e muitas outras) que saíram nas ruas, hoje reclamam da situação que o país se encontra, mas não fazem nada para mudar isso. Reclamar e ficar sentado no sofá vendo tv é uma maravilha, né?

Muita gente ainda me pergunta por que não gosto do Brasil... Com todos esses fatos apresentados acima, preciso dizer mais alguma coisa?

A próxima eleição será a primeira em que votarei. E não me importam o quanto tentem me convencer em votar no candidato x ou y. Se eu quero ajudar a mudar tudo isso, começarei pelo voto, e as pessoas deveriam fazer o mesmo. Votarei em quem eu acho que merecerá - e olha que candidatos honestos hoje em dia são raros.

terça-feira, 2 de agosto de 2011

Vai fumar na PQP!

Desde sempre, não tem coisa que eu odeie mais do que gente que fuma perto de mim. Principalmente quando soltam aquela fumaça branca e horrível no meu rosto. Se você quer se matar (e gastar dinheiro à toa) com essa maldita fumaça, fique bem longe de mim!


Conheço várias pessoas que fumam, inclusive algumas (pouquíssimas - ainda bem) na minha família, mas mesmo assim não consigo me acostumar com esse maldito cheiro que o cigarro tem. É um cheiro impregnante, parece que não sai mais das roupas, cabelo, pele... Não é frescura, é só questão de higiene mesmo. Além disso, é uma questão de saúde.

Estudos já mostraram que fumantes passivos (aqueles que apenas respiram a fumaça de cigarro) têm a saúde prejudicada tanto quanto quem fuma. Ou seja, além da pessoa ferrar com a própria vida, acaba ferrando com a saúde das pessoas ao seu redor. Olha que legal isso, né? Não!

Podem me chamar de careta ou qualquer coisa, eu não ligo. Prefiro ser uma careta saudável do que ser uma pessoa “moderna” e morrer por causa de um vício idiota. Há várias outras coisas que eu posso gastar meu dinheiro, do que com um monte de lixo que será queimado. Se fosse assim, eu pegava o dinheiro e queimava, porque convenhamos que é quase a mesma coisa.

Enfim, não julgo ninguém, cada um sabe o que faz da vida, mas só peço uma coisa: Nunca mais fumem perto de mim. Grata.

Créditos da foto: Weheartit.com