sábado, 6 de agosto de 2011

Brasil, um país de todos... Será?

Verdade seja dita, hoje em dia, se você tiver dinheiro, você tem o mundo aos seus pés... Se você não tem dinheiro, você é excluído do planeta.

Acho que esse slogan ficaria melhor do que o original...
Você já parou para pensar como as coisas são hoje em dia? Se você tem dinheiro, todas as portas são abertas para você. Se você não tem, você fica praticamente com as mãos amarradas. E o que mais me dá raiva nisso tudo, é que todo mundo sabe que o Brasil é um dos países que mais coleta impostos no mundo e não dá a devida importância às classes baixas!

Os políticos pegam todo o nosso dinheiro para aumentar suas contas bancárias, enquanto nós, pobres mortais, temos um péssimo sistema de saúde, uma educação pública precária e várias outras coisas. Claro, para eles é muito mais fácil enriquecer cada vez mais, e as pessoas que morram de fome.

Sem contar que o governo investe milhões todo ano naquela porcaria chamada Carnaval! Isso me tira do sério, enquanto tem gente morrendo de fome, eles gastam dinheiro em algo totalmente inútil, para desfilar uma noite e depois jogar tudo fora. E todo ano é a mesma coisa!

E o pior de tudo são os preços das faculdades particulares. Se você quiser fazer algum curso mais caro do que tem condições, você tem que correr atrás de n coisas para conseguir o ProUni, ou Fies ou o que quer que seja. Se você der sorte, consegue. Isso quando não tem gente milionária com bolsas integrais do ProUni, sem precisar pagar um centavo sequer durante anos de faculdade. Essas fraudes já apareceram nos jornais, mas pensa que algo foi feito a respeito? É claro que não.

Mais uma coisa que me dá raiva sobre tudo isso: A culpa é das pessoas. Porque quem escolhe os governantes são elas. Mas em vez de votar certo e mudar tudo, não, as pessoas preferem se vender, trocam votos em troca de favores, dinheiro, comida. E tudo continua como está. Há uns 20 anos, muita gente saiu nas ruas, fez barulho para ser ouvida e conseguir votar. E olha o que aconteceu! As mesmas pessoas (e muitas outras) que saíram nas ruas, hoje reclamam da situação que o país se encontra, mas não fazem nada para mudar isso. Reclamar e ficar sentado no sofá vendo tv é uma maravilha, né?

Muita gente ainda me pergunta por que não gosto do Brasil... Com todos esses fatos apresentados acima, preciso dizer mais alguma coisa?

A próxima eleição será a primeira em que votarei. E não me importam o quanto tentem me convencer em votar no candidato x ou y. Se eu quero ajudar a mudar tudo isso, começarei pelo voto, e as pessoas deveriam fazer o mesmo. Votarei em quem eu acho que merecerá - e olha que candidatos honestos hoje em dia são raros.

2 comentários:

  1. Jocee o Brasil é essa merda históricamente, de 1500 até 1808 só vieram os piores filhos da puta pra cá e com o acomodado Dom João VI a coisa piorou, ou seja, corrupção, fraudes, descasos e injustiças sociais infelizmente são coisas comuns na nossa história. a educação é ruim de propósito, este país é feito a séculos para manter os interesses de um circulo social, ou seja, não é para todos...

    ResponderExcluir
  2. Com certeza. A História já começou errada, e com o tempo só piorou. Se tudo tivesse acontecido diferente, desde 1500, se os portugueses não fossem tão corruptos (ensinaram para os políticos de hoje) e tirassem todo “nosso” ouro, o Brasil seria hoje um país super rico.

    ResponderExcluir