terça-feira, 2 de agosto de 2011

Vai fumar na PQP!

Desde sempre, não tem coisa que eu odeie mais do que gente que fuma perto de mim. Principalmente quando soltam aquela fumaça branca e horrível no meu rosto. Se você quer se matar (e gastar dinheiro à toa) com essa maldita fumaça, fique bem longe de mim!


Conheço várias pessoas que fumam, inclusive algumas (pouquíssimas - ainda bem) na minha família, mas mesmo assim não consigo me acostumar com esse maldito cheiro que o cigarro tem. É um cheiro impregnante, parece que não sai mais das roupas, cabelo, pele... Não é frescura, é só questão de higiene mesmo. Além disso, é uma questão de saúde.

Estudos já mostraram que fumantes passivos (aqueles que apenas respiram a fumaça de cigarro) têm a saúde prejudicada tanto quanto quem fuma. Ou seja, além da pessoa ferrar com a própria vida, acaba ferrando com a saúde das pessoas ao seu redor. Olha que legal isso, né? Não!

Podem me chamar de careta ou qualquer coisa, eu não ligo. Prefiro ser uma careta saudável do que ser uma pessoa “moderna” e morrer por causa de um vício idiota. Há várias outras coisas que eu posso gastar meu dinheiro, do que com um monte de lixo que será queimado. Se fosse assim, eu pegava o dinheiro e queimava, porque convenhamos que é quase a mesma coisa.

Enfim, não julgo ninguém, cada um sabe o que faz da vida, mas só peço uma coisa: Nunca mais fumem perto de mim. Grata.

Créditos da foto: Weheartit.com

2 comentários:

  1. Concordo com tudo!
    Aliás, a lei que proibe fumar em locais fechados em São Paulo é uma excelente lei! Desde que ela começou, eu volto de quase todo show, balada, bar ou o que quer que seja sem estar fedendo cigarro.

    Treco nojento...

    ResponderExcluir
  2. Aqui também é proibido. Sempre tem um que não respeita, mas aí os seguranças tiram o cigarro e ameaçam de expulsar do local se acender cigarro de novo (principalmente em shows). Acho que é uma das melhores leis que existe!

    ResponderExcluir