sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Um dia me disseram...

“... Que as nuvens não eram de algodão. Um dia me disseram que os ventos às vezes erram a direção.” (Somos Quem Podemos Ser - Engenheiros do Hawaii)

Crescer não é fácil, ninguém nunca disse que seria. Você erra, cai, levanta e aprende. Você descobre coisas que jamais pensamos que são como são - ah, a doce ingenuidade de uma criança. Completar a maioridade só é bom na teoria, porque na prática nada muda. Eu sei que todos dizem isso e a gente acaba não acreditando porque acha que conosco será diferente, mas não, é igual com todo mundo.


Os adolescentes reclamam de tudo: reclamam da escola, professores, provas, reclamam dos pais, reclamam da internet, reclamam da comida, das roupas, da moda, reclamam da vida de barriga cheia. E então, quando se formam, se deparam com a vida de um adulto e reclamam mais uma vez.

Enquanto os adolescentes reclamam, os jovens/adultos se preocupam com coisas sérias. Se preocupam em arrumar um emprego, em pagar a faculdade - que não é barata -, se preocupam em estudar bastante - é verdade que a faculdade é bem mais difícil que a escola -, se preocupam em entregar os trabalhos no tempo certo para o chefe. E muitos ainda se preocupam em como sustentar uma família ganhando um salário mínimo por mês.

Uma coisa normal do ser humano é não dar valor enquanto tem algo que é bom. Então, após perder este algo, ele se arrepende, vê que tinha tudo para aproveitar e ser feliz, mas perdeu seu tempo reclamando sem motivo. E agora que tem que correr atrás de tudo o que precisa - porque nesse mundo, ninguém corre atrás de nada por você. Se você quer, corra atrás com suas próprias pernas - reclama mais uma vez.

(E por mais que pareça, não, isso não foi uma reclamação. Foi um desabafo de alguém que está cansada de ver isso acontecer todo dia.)

Créditos da foto: Weheartit.com

2 comentários:

  1. Já reclamei da vida, até quando eu tive tempo pra parar e refletir e perceber que eu nunca prestei atenção ao que realmente importa e hoje dou valor ao que realmente interessa!

    Bom poste Jocee!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Alan!

    Foi por esse motivo que eu fiz esse post. Até um tempo atrás, eu mesma reclamava de coisas banais. Mas hoje eu percebo que eu tinha tudo, não precisava me esforçar para fazer nada e não dei valor.

    ResponderExcluir