sábado, 22 de outubro de 2011

Those who do not appreciate life...

“... Do not deserve life.” - John Kramer (Jigsaw)


Quando eu vi o filme SAW II (Jogos Mortais II) pela primeira vez, essa frase me chamou a atenção. Não sou uma psicopata à la Jigsaw, mas concordo plenamente com ele. Para quem acredita em destino e/ou Deus, nós nascemos com um objetivo, uma missão nessa vida. E várias pessoas estragam tudo, indo para caminhos como as drogas, cometendo crimes e etc. O objetivo dos jogos de Jigsaw é “simples”: fazer as pessoas entenderem que estão arruinando suas vidas ao fazer coisas erradas.

Creio que a frase que dá título ao post é uma das melhores que já li, pois é completamente verdadeira. Nascemos com um propósito e se você estraga a sua vida em vez de fazer o que é certo, você não merece viver. Claro que ninguém precisa de um Jigsaw montando armadilhas na vida real para mostrar isso ao mundo.

Um monte de gente pode dizer “Ah, mas é só um filme de terror e blábláblá”, mas a mensagem que ele passa deveria abrir a consciência de todos, que apesar de todos os problemas, só temos uma vida, uma chance de fazer as coisas certas. Pena que várias pessoas só se dão conta disso quando é tarde demais.

Eu gostaria que as pessoas percebessem o quanto a vida é preciosa demais para perder tempo cometendo crimes, usando drogas e etc. Nascer em um lugar menos favorecido do que alguns não é desculpa para se jogar nesse mundo que só tem dois destinos finais: cadeia ou cemitério. Se você quiser mudar a sua realidade e ter uma vida diferente, com força de vontade e esforço você consegue. As coisas não acontecem do dia para a noite, é preciso ter paciência, que um dia sua recompensa chegará.

Créditos da foto: Weheartit.com

9 comentários:

  1. Não acho que temos um PROPÓSITO, por assim dizer. Acho que temos, sim, um compromisso com nossa vida (e com a dos outros), mas não coloco nada disso como "destino" ou sequer "Deus". Acho que é só uma questão de bom senso e responsabilidade. Até porque estamos sempre influenciando as outras pessoas e vice-versa.

    Mas já dizia Nietzsche e Sartre: somos responsáveis pelo que nos acontece. A culpa é sempre nossa em algum nível, para bem ou mal. "Ah, fiz isso por causa daquela pessoa" ou "fiz por causa do que me fizeram e tenho o direito". BULLSHIT! Fez porque QUIS fazer por causa daquela pessoa ou pelo que fizeram. É muito diferente. Há sempre uma escolha.

    O mundo não é justo com ninguém, e nem as pessoas, para ser sincero. Mas cabe a cada um definir como lidar com isso. Acredito em livre arbítrio. E, quer saber? Às vezes dá vontade mesmo de jogar um jogo.

    PS: As continuações desse filme são um insulto... Só o primeiro é genial e bom. Hollywood e sua mania de estragar uma idéia com sequências desnecessárias...

    ResponderExcluir
  2. Hehehe. uma abordagem diferente para passar a mensagem!

    mto bom!!

    bjo

    ResponderExcluir
  3. Concordo, Jeff. Sempre achei estúpido gente que faz (ou deixa de fazer) algo por causa de outra(s) pessoa(s)... Enfim, obrigada pelo comentário.

    E obrigada, Edi. :)

    ResponderExcluir
  4. Eu estive pensando nisso de desperdiçar a vida, e hj em dia a maioria das pessoas não tem tempo pra parar e pensar no que estão fazendo consigo mesmas e acabam fazendo o que odeiam ou buscando distrações depois que as cagadas estão feitas.

    Eu tive esse tempo pra parar e pensar e parar de cultivar meu hábito de self-destruction, eu alcancei o fundo do posso com isso até perceber que estava desperdiçando minha vida, hoje ainda desperdiço um pouco num trampo que detesto [questão de sobrevivência], mas aprendi a apreciar mais minha vida e traçar objetivos construtivos pro resto dela!

    Seu post me fez lembrar J.A.R.

    ResponderExcluir
  5. Que bom que você aprendeu a apreciar tua vida e ter objetivos, sério mesmo! Vou torcer pra ti conseguir realizar teus objetivos!

    Sério que o post te lembrou de J.A.R.? Obrigada hehe

    ResponderExcluir
  6. Sim lembrou mesmo "Gotta make a plan, gotta do what's right, can't run around in circles, if you wanna build a life, but I don't wanna make a plan for a day far away, while I young While I'm able All I wanna do is..." de nada!

    ResponderExcluir
  7. Se todos pensassem assim meu amigo o mundo seria diferente e muito melhor.
    Muito bom sua análise.

    ResponderExcluir
  8. Se todos pensassem assim meu amigo o mundo seria diferente e muito melhor.
    Muito bom sua análise.

    ResponderExcluir
  9. Se todos pensassem assim meu amigo o mundo seria diferente e muito melhor.
    Muito bom sua análise.

    ResponderExcluir