quarta-feira, 2 de janeiro de 2013

Resoluções de um Ano Novo

Começar a academia - e continuar, ler mais livros, ser mais paciente... Essas e várias resoluções de ano novo aparecem a cada janeiro - desaparecendo logo antes do início de março. Conversa fiada. Em vez de fazer resoluções, planos e projetos que vocês sabem que não vão cumprir, por que não fazer algo que torne seu ano realmente importante?



Não me refiro a fazer algo grandioso, pequenas ações também contam. Mas não adianta fazer alguma coisa esperando algo em troca. Você precisa querer mudar, querer que essa mudança signifique algo na sua vida.

Nunca fiz resoluções a cada virada de ano. Não preciso me programar para algo que não sei como será. Cada dia é diferente, e um segundo pode ser decisivo. Como dizem por aí: “Ninguém sabe o dia de amanhã”, então, para quê fazer planos se não temos certeza do que vai acontecer?

Pensando bem, tenho uma resolução para 2013 (e para todos os próximos anos): Viver, apenas. Deixar que a vida tome seu rumo sem me programar, fazer as coisas que acho certo, e tentar ao máximo, ser feliz. Sem clichês, sem frases feitas. E um feliz 2013 para todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário