sábado, 25 de maio de 2013

Devaneios

É um dia normal. Você está bem, nada fora do comum. E então, de repente, alguma coisa acontece, alguém te fala algo, ou você simplesmente começa a pensar coisas que não deveria - porque não demonstram a realidade, são só um medo irracional. Pronto. Seu dia se transformou no caos, você se sente a pior pessoa do mundo, sem motivo aparente. Você se sente desamparado, humilhado, quer fugir para algum lugar seguro, aonde ninguém saiba quem você é, nem do que você sente medo.



Mas, o pior medo é não saber por que isso te deixa assim. É o medo de estar enlouquecendo, porque você sabe que alguma coisa dentro de si não está certa. Você só não sabe o que é. Aí vem aquela pressão no peito, a vontade de chorar, aquela pontada de dor física que acalma um pouco a dor emocional. E mais uma vez, você não entende por que tudo isso acontece. Mesmo que você tenha uma vida feliz, sem motivos para grandes preocupações, uma hora ou outra, esse sentimento ruim toma conta de você.

Essa sensação pode ser passageira, durar alguns minutos, horas, ou se estender pelo dia. E da mesma maneira com que chega, ela vai embora, sem aviso prévio. Geralmente ela se vai depois que as lágrimas e os soluços tomam conta do seu rosto. E de novo você pensa “Por que isso está acontecendo comigo?”, a única coisa que você precisa (e quer desesperadamente) é ajuda para superar isso.